Carregando...

Notícias

04/05/2018

Desafio das empresas familiares é tema de abertura do Sincades Sucessores

A edição 2018 do Sincades Sucessores já começou! Realizado no auditório do Hotel Golden Tulip, em Vitória, o evento de abertura contou com workshop de Elismar Álvares, da Fundação Dom Cabral, e tratou sobre os principais desafios das empresas familiares.

O presidente do Sincades, Idalberto Moro, abriu o evento com uma fala sobre o projeto e agradeceu a presença das empresas e sucessores participantes. “O Sincades tem esse projeto como um de seus mais importantes projetos. O objetivo principal aqui é preservar o que já foi ganho, preservar a saúde e a existência das empresas. É preparar cada sucessor e mostrar como fazer para perpetuar o negócio ao longo dos anos”, explicou.

O workshop

Convidada especial para a abertura do Sincades Sucessores, Elismar Álvares é professora, palestrante e pesquisadora da Fundação Dom Cabral, sendo especialista em temas relacionados a Empresas Familiares e a Governança Corporativa.

Dentre alguns dos temas abordados dentro do workshop, Elismar falou sobre futuro e a profissionalização da empresa e de seus sucessores. “Sua empresa está preparada para fazer parte do futuro? Sua família está? Pode ser que sua empresa esteja, mas a sua família não. O sucessor deve se questionar quanto a isso. Se ele vai fazer parte do futuro dessa empresa ou se ela sobreviverá na mão de outros. Não é apenas a sucessão que faz a sua empresa, o mercado também faz”, pontuou.

Na página do Facebook do Sincades, é possível assistir a um trecho da fala de Elismar. Confira aqui!

Sobre o Sincades Sucessores

O Sincades Sucessores é um projeto feito especialmente para os negócios familiares. Com o objetivo de desenvolver os futuros gestores das empresas associadas, o projeto proporciona o entendimento de uma nova realidade competitiva, a importância de liderar adequadamente e o aperfeiçoamento de práticas e ferramentas de gestão.

“Além dos workshops, também é muito importante essa troca de experiência entre os sucessores. As dificuldades, apesar dos setores diferentes, são as mesmas. O projeto é feito para unir forças e tornar o segmento ainda mais forte”, conta a coordenadora de Programas e Projetos do Sincades, Ivete Paganini.