Carregando...

Notícias

11/10/2019

Sincades marca presença em assinatura de PL que propõe alterações de multas por descumprimento de obrigações acessórias

Dando mais um passo rumo à desburocratização de processos e à ampliação das melhorias do ambiente de negócios do Espírito Santo, a Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) propõe a diminuição e extinção de uma série de multas por descumprimento de obrigações acessórias. O Projeto de Lei que será encaminhado para a Assembleia Legislativa foi apresentado, nesta quarta-feira (09), no Palácio Anchieta, em Vitória.


Esse aprimoramento foi possível devido aos avanços tecnológicos e à ampla utilização dos bancos de dados de documentos eletrônicos e Escrituração Fiscal Digital (EFD).

 

Agora, no ambiente totalmente digital, pendências relativas à documentação fiscal, à escrituração fiscal e à apresentação de informações econômico-fiscais podem ter suas multas reduzidas, em razão da possibilidade de a fiscalização ampliar o alcance no número de contribuintes, com eficiência e precisão nos lançamentos. 


O governador Renato Casagrande destacou a importância da proposta e das ações que estão sendo feitas em prol do desenvolvimento do Estado. 


“Esse projeto dá passos largos para melhorar o ambiente de negócios. Melhora com inovação, com desburocratização, com a compreensão que não podemos sugar o contribuinte. Temos que ter equilíbrio na hora de aplicar as penalidades. Essa é a primeira etapa e já tomamos diversas decisões este ano”, afirmou.


O presidente do Sincades, Idalberto Moro, alertou para o fato de muitos profissionais já terem perdido seus empregos por conta de erros pequenos que geraram altas multas.


 “A futura lei virá para corrigir as injustiças que causavam essas penalidades. Somente um Estado com suas contas organizadas e equilibradas consegue propor o que o Espírito Santo está fazendo aqui hoje”, ressaltou.


Fonte: Governo do Estado (clique para conferir a relação de multas alteradas)